Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Polícia: Marido é acusado de matar esposa e esconder corpo em sítio na AM-010

Publicado para Jerry Araújo em quinta-feira, 23 de outubro de 2008 | 23.10.08

Fonte e foto: Portal Amazônia
Raimundo Pantoja Moreira confessou à polícia hoje (23) que matou a mulher na frente dos filhos e pediu às crianças ajuda para enterrar o corpo. O corpo de Rosana estava enrolado em dois sacos plásticos e foi enterrado a cerca de 800 metros da casa.

O casal trabalhava em um sítio no km 30 da AM-010, em um ramal na rodovia que liga Manaus à Itacoatiara.

À polícia, Raimundo (35 anos) confessou o crime e disse que matou a mulher por traição. Rosana tinha 25 anos e vivia com raimundo desde os 10.

Segundo a polícia, no dia 28 de agosto, o caseiro matou a mulher com um tiro de espingarda. Ela já havia saído de casa por causa das brigas de ciúmes com o marido.

- Raimundo nos contou que o fez porque a mulher estava traindo-o com o irmão dele, afirma Alexandre Moraes, delegado titular da Homicídios.

Os três filhos do casal de cinco, oito e dez anos, presenciaram o crime. De madrugada, Raimundo teria chamado o filho mais velho para ajudá-lo a enterrar o corpo da mãe.

Trauma e silêncio

Segundo a polícia o crime só foi descoberto porque os três filhos do casal, que presenciaram o crime, ficaram traumatizados e comentaram na escola o que viram no sítio. Com a prisão do pai, as crianças foram encaminhadas a um abrigo onde devem permanecer até que o juiz da Infância e Adolescência decida o destino delas.

No ramal onde eles moravam, os vizinhos alegam não ter ouvido nenhum barulho estranho. A casa mais próxima do sítio fica a um quilômetro de distância. Para os vizinhos, Raimundo dizia que a mulher havia ido embora de casa.

Além do crime de homicídio qualificado ele vai responder por porte ilegal de arma e ocultação de cadáver.

Permitida reprodução deste citada a fonte.

Publicidade