Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

SESI oferece Educação de Jovens e Adultos gratuitamente para industriários

Publicado para Redação em terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 | 1.2.11

Movido pela necessidade de atualizar seus conhecimentos, o inspetor de solda Ivaldo Correia, de 42 anos, buscou o Serviço Social da Indústria para saber mais sobre o Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) oferecido pela instituição. Esclarecidas as dúvidas sobre a metodologia do ensino, decidiu que já vai retomar os estudos em fevereiro.

+Siga a gente no Twitter!

O industriário, empregado da Yamaha Motor, possui um diferencial em relação aos futuros colegas: já concluiu o ensino médio.

“Estou há muito tempo sem estudar. Tenho que relembrar as matérias para concorrer no processo seletivo do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para o curso técnico de Mecânica”. Com essa qualificação, Ivaldo Correia observa que ficará mais fácil garantir promoção na empresa em que trabalha.

A exemplo de Correia, alunos da EJA do SESI Amazonas voltam aos estudos para elevar o nível de escolaridade, visando novas oportunidades de trabalho, ampliar a auto-estima, apresentar desempenho mais adequado aos desafios do mercado de trabalho. Há também os que procuram a escola em busca da alfabetização.

A EJA do SESI Amazonas oferece metodologia facilitadora, pois o aluno pode cursá-la conforme a sua disponibilidade de tempo. Segundo a gerente de EJA, Iêda Melo, a elevação da escolaridade dos trabalhadores, especialmente da indústria da construção civil, é prioridade para o SESI. “Estamos empenhados para que a EJA seja entendida como um diferencial para o crescimento pessoal, para a melhoria da qualidade de vida e para a adaptação desses trabalhadores ao mercado globalizado e competitivo”, disse.

O aluno não precisa deixar de trabalhar. Com o intuito de se tornar mais fácil para ele, a metodologia de ensino do SESI é dividida em módulos. Dessa forma, os alunos podem começar o ano letivo em qualquer mês e interromper os estudos quando for preciso, mesmo que seja por longos períodos. Caso isso aconteça, o estudante poderá retomar tudo sem grandes prejuízos, exatamente do mesmo lugar em que parou da última vez.

Para os industriários e dependentes, as matriculas são gratuitas. As aulas iniciam-se dia 2 de fevereiro e o aluno pode cursar o Ensino Fundamental 1º segmento (alfabetização a 4ª série), Ensino Fundamental 2º segmento (5ª a 8ª série) e Ensino Médio (antigo 2º grau). Frequentando diariamente o aluno conclui a alfabetização em 6 meses; de 1ª a 4º série em 1 ano; de 5ª a 8ª série em 2 anos e o Ensino Médio em 1 ano e 6 meses.

O candidato a uma das vagas da EJA deve ter idade mínima de 15 anos para o Ensino Fundamental e 18 anos de idade para o Ensino Médio. No ato da inscrição, terá que apresentar fotocópias de documentos pessoais como identidade, CPF, título de eleitor e comprovante de residência e uma foto 3x4. Para aqueles que trabalham na indústria ainda será preciso cópia da carteira de trabalho e para seus dependentes certidão de casamento (cônjuge) e certidão de nascimento (filhos).

As aulas do Ensino Fundamental 1º e 2º segmentos e Ensino Médio são ministradas na unidade do SESI Dolores Garcia (localizada na Rua Vivaldo Lima, s/n - Alvorada), e também na unidade 3 do SESI (localizada na Alameda Cosme Ferreira, 7399 – São José I). As matrículas devem ser feitas na unidade do bairro Alvorada.

+Informações pelos números (0**92) 32385226 / 36347517

Fonte: Ass. de Comunicação Sistema FIEAM

Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!