Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Economia: Manaus é a 4ª capital mais influente do país, afirma IBGE

Publicado para Jerry Araújo em sexta-feira, 10 de outubro de 2008 | 10.10.08

Fonte: G1
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje (10) a relação das 12 cidades mais influentes no país. Manaus e Belém aparecem em 4º e 5º lugares, atrás de São Paulo, que aparece como a grande metrópole, seguida do Rio de Janeiro e de Brasília, no estudo "Regiões de Influência das Cidades 2007".

A publicação levou em conta a localização das sedes de empresas, ofertas de transporte aéreo e terrestre, acesso ao ensino superior, além do comportamento de consumo das pessoas e a subordinação administrativa em âmbito federal.

Cidades mais influentes no país - Número de habitantes (2007) - PIB (2005)

São Paulo - habitantes - 51.020.582 - PIB 40,5%

Rio de Janeiro - habitantes - 20.750.595 - PIB 40,5% 14,4%

Brasília - habitantes - 9.680.621- PIB 4,3%

Manaus - habitantes - 3.480.028 - PIB 1,7%

Belém - habitantes - 7.686.082 - PIB 2%

Fortaleza - habitantes - 20.573.035 - PIB 4,5%

Recife - habitantes - 18.875.595 - PIB 4,7%

Salvador - habitantes - 16.335.288 - PIB 4,9%

Belo Horizonte - habitantes - 16.745.821- PIB 7,5%

Curitiba - habitantes - 16.178.968 - PIB 9,9%

Porto Alegre - habitantes - 15.302.496 - PIB 9,7%

Goiânia - habitantes - 6.408.542 - PIB 2,8%

* O número de habitantes corresponde às capitais e cidades do entorno, consideradas pelo IBGE como malha urbana.

Esta é a quarta edição da pesquisa, que já foi realizada pelo instituto em 1972, 1987 e 2000.

Influência

Segundo Evangelina Xavier Gouveia, geógrafa e uma das coordenadoras da pesquisa, São Paulo exerce influência até em cidades de Rondônia, Mato Grosso e Acre. Dessa forma, a rede de influência chega a 1.028 municípios brasileiros.

- A internet poderia surgir como uma ferramenta que pudesse alterar esse panorama de consumo e acesso a bens públicos como saúde e educação, por exemplo, mas as pessoas ainda precisam se locomover de uma cidade para outra para viver, disse Evangelina.

Em 40 anos

De acordo com o IBGE, desde 1966, alguns centros apresentaram crescimento, como Tocantins, Brasília, Rondônia, Mato Grosso, parte do Amazonas e do Pará. Manaus se consolidou com a Zona Franca e capitais do Nordeste, como Natal, São Luís, João Pessoa e Maceió.

Permitida reprodução deste citada a fonte.

Publicidade