Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Econômico>> UNIDO e associações chinesas em busca de mercados no PIM

Publicado para Redação em segunda-feira, 22 de março de 2010 | 22.3.10

A Federação das Indústrias do Estado do Amazonas recebeu ontem comitiva composta por representantes da Unido (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial) e associações chinesas, que ainda hoje se reúnem na Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico e visitam empresas do Polo Industrial de Manaus.

+Siga a gente no Twitter!

Os membros da Unido revelaram interesse em desenvolver estudos com representantes locais do segmento com objetivo de firmar parcerias e futuros investimentos no Polo industrial de Manaus. Segundo os visitantes, 500 maiores empresas chinesas estão envolvidas no projeto de cooperação da China com a América Latina

Para viabilizar proposta está sendo instalado comitê de instituições envolvidas com o desenvolvimento do Amazonas. O comitê será coordenado pelo ex-secretário Denis Minev e composto pela Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan) Secretaria Municipal de Finanças (Semef), Banco da Amazônia, Câmara Brasil-China e Fundação de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi).

A comitiva chinesa, além de conhecer a realidade local, pretende desenvolver um portfólio de projetos que podem ser desenvolvidos com o capital do projeto de cooperação. O gerente do projeto e representante da Unido, Carlos Chanduvi, esclareceu que a equipe objetiva conhecer projetos interessantes e que os interessados devem preencher formulário com a síntese do projeto e os valores necessários para investimento.

Segundo Chanduvi, os projetos podem ser de associações estratégicas com empresas chinesas, transferência de tecnologias, financiamento ou projetos de infraestrutura. Dando o exemplo do projeto de cooperação com a Tailândia, o gerente mencionou montante de até US$ 6 bilhões para o projeto. “Temos capital e tecnologia, mas não conhecemos o mercado brasileiro”, declarou o membro da comitiva Tan Weiwen. Os interessados em sugerir projetos devem procurar a FIEAM até meados do maio.

+Informações, pelo telefone (0**91) 31866517

Fonte: Cristiane Jardim, da Ass. de Comunicação Sistema FIEAM
Foto: Divulgação


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!