Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Transporte>> Vereadores arquivam CPI devido 'desgaste político' para eleições

Publicado para Redação em terça-feira, 16 de março de 2010 | 16.3.10

Hoje pela manhã (16), os vereadores da base aliada à prefeitura de Manaus decidiram arquivar todos os pedidos de CPI (Comissão Palarmentar de Inquérito) que investigaria somente a gestão do ex-prefeito Serafim Correa.

A oposição queria que as gestões de Luíz Alberto Carijó (2004) e, principalmente a de Alfredo Nascimento (2000-2003), onde iniciou o projeto, a discussão, construção e implantação do sistema Expresso fossem colocados para investigação.

+Siga a gente no Twitter!

Deste quando houve a diminuição no valor da tarifa do transporte convecional, a prefeitura de Manaus já havia praticado a restrição no uso da meia-passagem, reajustado o valor da tarifa para R$ 2,25 e, agora resolveu reduzir a frota dos microônibus executivos e também reajustando-os para R$ 3,00.

Após tudo isso, o vereador Wilton Lira, da base aliada ao prefeito Amazonino Mendes, propôs uma CPI, para que somente a gestão do ex-prefeito Serafim Corrêa fosse investigado, deixando para trás toda a raiz do caos no sistema de transporte, através da implantação mal-sucedida do Expresso, desativado em 2004.

Após a desativação do Expresso, no mesmo ano, na gestão de Luiz Alberto Carijó, atual presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), tentou solucionar o problema; sem sucesso.
"Será que a população de Manaus ainda não toma ciência em que estão colocando no poder para representá-los ou realmente não existe alguém que seja, pelo menos, o mais honesto e verdadeiro para atuar?"
Em 2005, com a eleição de Serafim Corrêa à prefeitura, renovou boa parte da frota, mudou o sistema de isolamento térmico dos ônibus coletivos, padronizou o transporte alternativo (micoônibus amarelos que circulam na zona Leste) e implantou o transporte Executivo, já tendo com um meio de amenizar os problemas que a população enfrenta.

No final do ano de 2007, a prefeitura infelizmente unificou todas as empresas de transporte convecional da cidade, formando a 'TransManaus', dando poderes a um único grupo de empresários.

Nestas últimas semanas, vários vereadores foram às ruas para ter uma real noção do caos no sistema (todo mundo sabe do caso) e tentaram realizar uma 'intervenção'.

Hoje, os vereadores mal entraram em pauta com a CPI dos transportes, e decidiram arquivá-la. Segundo a justificativa, se o inquérito fosse adiante, haveria um grande desgaste para realizar alianças políticas, em prol das eleições deste ano.

No final de toda essa novela, o único lado que sai perdendo é a própria população, por saber que, ao invés de discutir e buscar soluções para acabar com os problemas que os manauaras enfrentam; eles preferiram deixar por si-só e fazer de conta que o que acontece com a população não é o mais importante.

Publicado por @jerryaraujo
Foto: Reprodução


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!