Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Ação | Prefeitura, através da Semasdh, fará recursos para apoio a crianças e adolescentes

Publicado para Redação em terça-feira, 1 de junho de 2010 | 1.6.10

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) assinou na última segunda-feira (31), a liberação de recursos da ordem de R$ 137 mil para quatro Organizações Não-Governamentais, que prestam atendimento socioassistencial a crianças e jovens em situação de risco em Manaus. Somente no mês de maio, outras três entidades filantrópicas receberam o mesmo aporte financeiro proveniente do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA).

+Siga a gente no Twitter!

A Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (Oela), que atua no desenvolvimento pedagógico de crianças carentes da zona Leste de Manaus, recebeu R$ 50 mil para manutenção de vários dos seus projetos sociais relativos à música, enquanto que o Lar Batista Janell Doyle terá R$ 47 mil para manter sua sede, no bairro Mauazinho, onde vivem cerca de 50 crianças, entre elas, portadoras do vírus HIV, crianças com câncer ou que foram abandonadas pela família.

Outro montante de R$ 40 mil será dividido igualmente entre o Abrigo Moacir Alves e a Casa do Caminho Simão Pedro, no Alvorada I e Colônia Antônio Aleixo nas zonas Centro-Oeste e Leste de Manaus, respectivamente. O primeiro atende a meninas e meninos portadoras de necessidades especiais e o segundo, crianças e adolescentes em situação de risco social.

Para a coordenadora do Lar Batista Janell Doyle, Magali Araújo, a ajuda da Prefeitura é importante no que tange à manutenção das atividades das entidades, já que seu funcionamento só é possível através de convênios com governos ou doações de pessoas físicas e órgãos privados. “Contamos sempre com essas iniciativas, inclusive para comprar alimentos, roupas para nossas internas. Por isso a ajuda é sempre bem vinda”, afirma.

Há cerca de duas semanas, o mesmo tipo de convênio no valor de R$ 160 mil foi fechado com a Associação para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (Adcam), a Casa Vhida, Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e novamente com o Abrigo Moacir Alves. Durante encontro na sede da Semasdh, o titular da pasta, Sildomar Abtibol informou que a secretaria vai tentar agilizar o trâmite burocrático para que os recursos do Fundo estejam na conta das ONGs num menor prazo possível. “Vamos encontrar meios legais de diminuir o tempo para o pagamento desses benefícios. Entendemos a necessidade de cada um e a Prefeitura vai contribuir com o que puder”, afirmou Abtibol.

Campanha Solidária

Outra importante iniciativa da Semasdh é a idealização de uma campanha solidária por meio do site da própria secretaria, com o objetivo de incentivar o segundo setor a doar parte de seus lucros ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA). “O Executivo cumpre seu papel, mas precisamos instigar as empresas e empresários a contribuírem na formação de cidadãos melhores, fazendo campanhas ou mesmo ajudando as entidades”, sugeriu o secretário.

Fonte e foto: Semcom

Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!