Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Polícia>> 'Moa' voltará a Manaus para depor sobre assassinato de 'Caçula'

Publicado para Jerry Araújo em quinta-feira, 14 de maio de 2009 | 14.5.09

Fonte: Portal Amazônia
O ex-policial militar Moacir Jorge Pessoa da Costa, o 'Moa', preso em outubro do ano passado por tráfico de drogas e porte ilegal de armas, estará em Manaus dentro dos próximos dez dias. "Moa" deve ser ouvido pela justiça a respeito do assassinato de Cleomir Pereira, 40, o 'Caçula', atribuído a Raphael Souza, filho do deputado estadual Wallace Souza (PP).

O pedido para que 'Moa' volte a Manaus, foi feito pelo juiz da 2ª Vara Especializada em Crimes de Entorpecentes (VECUTE), Mário Moraes Antony, mas a data para o interrogatório depende do oferecimento da denúncia pelo Ministério Público do Estado (MPE).

? Faça seu comentário sobre esse assunto. Queremos muito saber de você.

"Moa" em presídio do Paraná

'Moa', 48, foi transferido, na madrugada do dia 10 de abril, pela Superintendência da Polícia Federal do Amazonas para o Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná. A operação foi sigilosa e sob forte esquema de segurança.

Segundo informações dos integrantes da força-tarefa - formada por quatro delegados de polícia e três promotores de Justiça para investigar denúncias feitas por 'Moa', o ex-policial e a família vinham recebendo ameaças de morte por parte de pessoas implicadas no suposto grupo criminoso chamado de 'Caso Wallace'.

Antes de ser transferido para o Paraná, 'Moa' ficou na Superintendência da PF, quando foi preso em 2008, em flagrante pela Polícia Civil por tráfico de droga e porte ilegal de armas. No depoimento que prestou na Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecente (DEPRE), acusou o deputado estadual Wallace Souza (PP) de comandar o suposto grupo criminoso.

'Moa' disse que trabalhou um ano com Wallace Souza e que com o filho dele, Raphael Wallace Souza comandava o grupo criminoso formado por policiais e ex-policiais militares que praticavam várias modalidades de crime, desde vandalismo até assassinatos e sequestros.

O ex-policial tem duas prisões preventivas: uma na 2ª Vara Criminal de Justiça Federal, pela acusação de participação no esquema para assassinar a juíza Federal Jaiza Fraxe, e outra na 2ª Vara Especializada em Combate ao Uso e Tráfico de Entorpecentes (VECUTE) por tráfico de droga e porte ilegal de armas.

Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!