Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Copa 2014>> Projeto do monotrilho para Manaus é apresentado em reunião na FIEAM

Publicado para Redação em segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010 | 8.2.10

O vencedor da licitação para construção do monotrilho de Manaus será anunciado em 17 de março e a assinatura do contrato está prevista para 10 dias depois. A informação foi dada ontem pelo secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento, Marcelo Lima Filho, em reunião na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), coordenada pelo presidente da entidade Antonio Silva.

Na platéia do encontro estavam diretores da FIEAM, empresários da construção civil e representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon/AM).

+Siga o MN no Twitter!

O secretário apresentou o projeto do monotrilho que terá 20,2 km de extensão e transportará cerca de 20 mil pessoas por hora nos horários de maior fluxo. A velocidade máxima do veículo que circulará em trilhos suspensos será de 80 km por hora. O secretário afirmou ainda que a Prefeitura de Manaus vai implantar o BRT, um sistema de ônibus rápido. Segundo Marcelo, os projetos do governo e da prefeitura serão integrados e Manaus foi a única subsede da Copa 2014 em que houve aprovação para dois projetos de mobilidade urbana, fruto da articulação política local.

No último dia 14 de janeiro, a FIEAM recebeu o arquiteto João Bosco Chamma para apresentação de seu projeto de monotrilho para a cidade de Manaus. No projeto de Bosco Chamma a extensão do trajeto seria de 41 quilômetros, mais do que o dobro do projeto do governo, e percorreria trechos próximos a igarapés. O secretário Marcelo Lima esclareceu que o arquiteto foi recebido na Seplan, porém, afirmou Marcelo Filho, o prazo para realização da obra é curto, impossibilitando aproveitamento do projeto do arquiteto.

Na exposição aos empresários da indústria, o secretário listou as vantagens do monotrilho para a cidade de Manaus. A principal será a redução do tempo de viagem dos passageiros. A viagem do Jorge Texeira ao centro, por exemplo, que hoje dura até duas horas será feita em apenas 25 minutos, já que não há congestionamento nem sinais de trânsito para esse tipo de transporte. Haverá também desobstrução das vias e valorização imobiliária, além de mais rapidez e conforto para a população.

A previsão para a tarifa do monotrilho, segundo Marcelo Lima, é de R$3,50 e o passageiro poderá fazer integração em uma das nove estações que funcionarão no Jorge Texeira, Hospital Francisca Mendes, Cidade Nova, Manôa, Santos Dumond, Arena da Amazônia (Estádio), São Jorge, Constantino Nery e Largo da Matriz.

O secretário afirmou que o custo do projeto está orçado em 1 bilhão e 307 milhões de reais, sendo que 600 milhões serão financiados pela Caixa Econômica Federal, 367 milhões pelo Estado e 340 milhões pela iniciativa privada.

Fonte: Ass. de Comunicação Sistema FIEAM
Foto: Vanessa Damasceno


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!