Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Econômico>> BASA e Governo do Amazonas firmam protocolo para fortalecer economia da região

Publicado para Redação em quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010 | 25.2.10

O governador do Estado, Eduardo Braga, e o Presidente do Banco da Amazônia, Abdias José de Sousa Junior, reuniram-se na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), na manhã de ontem (25), para firmarem o protocolo de intenções entre o Banco da Amazônia e o Governo do Estado do Amazonas que visa o desenvolvimento de ações para o fortalecimento da economia local.

Abdias Júnior apresentou as perspectivas de negócios sustentáveis para a Amazônia em 2010 que prevê investimento de R$700 milhões, nas categorias de créditos de fomento e comercial. Diversos segmentos da economia podem se beneficiar do crédito. Para a agricultura familiar estão previstos 50 milhões, já para as micro e pequenas empresas o montante é de 30 milhões. Segundo o presidente do banco, até o fim do ano mais 3 agências do Banco da Amazônia serão inauguradas: Manaus, Tefé e Manacapuru “Queremos chegar com o crédito em 100% dos municípios”, disse.

+Siga o MN no Twitter!

Os segmentos industriais (metalurgia e químico), de entretenimento, construção civil, hotelaria, beneficiamento de frutas e polpas e saúde estão no foco dos créditos do Banco, comentou Abdias.

O governador avaliou a atuação do Banco da Amazônia como detentor de um papel extraordinário na alavancagem da economia do Amazonas, priorizando aqueles empresários que mais precisam.

Braga acrescentou ainda a necessidade de o Banco investir no crédito para o setor privado da saúde, visto que o Polo Industrial de Manaus (PIM) possui uma grande demanda de trabalhadores que utilizam essas empresas.

A valorização e incentivo dos negócios administrados pelas mulheres, principalmente nos segmentos da agricultura familiar e das micro e pequenas empresas foi reconhecida como importante pelo governador.

>>Requisitos para o crédito

Segundo o presidente do Banco da Amazônia, Abdias José Júnior, as pessoas jurídicas que vislumbram o financiamento junto ao banco precisam se enquadrar em condições como: viabilidade econômica e financeira do projeto, ter garantias reais, cadastro sem restrições, licença ambiental e fundiária, legalidade do terreno onde a empresa se instala e aplicação de recursos próprios.

Fonte: Ass. de Comunicação Social Sistema FIEAM
Fotos: Divulgação


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!