Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Internacional>> Brasil vai enviar hospital de campanha para socorrer vítimas no Chile, diz GSI

Publicado para Redação em segunda-feira, 1 de março de 2010 | 1.3.10

Para auxiliar no socorro às vítimas do terremoto que devastou a região central do Chile na madrugada de sábado (27), o governo brasileiro irá enviar um hospital de campanha da Marinha ao centro da tragédia. A operação será deflagrada em data a ser definida pelo governo chileno.

Além do hospital, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República informou que serão enviadas equipes de busca e salvamento em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Essas equipes serão mobilizadas pela Secretaria Nacional de Defesa Civil.

+Siga a gente no Twitter!

A estratégia de auxílio ao Chile foi divulgada pelo GSI quase três dias após o terremoto de 8,8 graus de magnitude ter causado destruição no país e provocado pelo menos 700 mortes.

A reunião desta segunda-feira (1) foi articulada pelo Gabinete de Crise do Governo Federal, criado para atuar em catástrofes como a que devastou o Haiti no começo de janeiro.

Participaram da reunião, o embaixador do Chile, Álvaro Diaz, o ministro-chefe do GSI, General Jorge Felix, e representantes dos Ministérios das Relações Exteriores, Defesa, Integração Nacional, e dos Comandos da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira.

O embaixador chileno também entregou ao governo brasileiro uma lista de equipamentos de infraestrutura que poderão ajudar o país nesse momento de catástrofe. Segundo o G1 apurou com o porta-voz do GSI, a lista tem pontes móveis, telefones via satélite, geradores e energia, sistema de avaliação de danos, centros de diálise, sistemas de potabilização de águas salinas, cozinhas e albergues de campanha.

Todos os componentes da lista estão disponíveis no Brasil. O GSI diz que já trabalha para providenciar os equipamentos.
>>Auxílio a brasileiros

Até a noite deste domingo (28), a diplomacia brasileira cadastrou e prestou auxílio a mais de 600 brasileiros isolados no Chile pelo terremoto de 8,8 graus de magnitude que devastou o país na madrugada de sábado (27). O G1 conversou, por telefone, com o Consulado-Geral do Brasil que fica em Santiago, capital do Chile. Um diplomata do órgão deu detalhes do trabalho desempenhado pelo órgão desde a ocorrência do tremor.

“Estamos cadastrando os brasileiros e aguardamos informações de Brasília para ver se vai ter voo da FAB (Força Aérea Brasileira) para buscar o pessoal. Há muitos brasileiros com pouco recurso financeiro. Estamos suprindo dificuldades de alimentação, negociando estadias de brasileiros em hotéis e conseguindo até medicamentos”, relatou o diplomata.

Fonte: Portal G1, em Brasília
Foto: Reprodução


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!