Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Ação | Idosos da Fundação Dr. Thomas começam curso de horticultura

Publicado para Redação em quarta-feira, 19 de maio de 2010 | 19.5.10

Idosos da Fundação Dr. Thomas participaram nesta terça-feira (18) pela manhã da primeira aula prática de cultivo de horta, para a implantação do projeto Horta Comunitária para Idosos. Vestidos com farda de jardineiro, incluindo bota, chapéu e luvas, os idosos “colocaram a mão na terra” para preparar os canteiros e plantar as mudas.

+Siga a gente no Twitter!

O projeto Horta Comunitária para Idosos é desenvolvido pela Fundação em parceria com as Secretarias Municipais de Produção e Abastecimento (Sempab), de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e tem o apoio das empresas Casagro, Comercial Risadinha e Constrói.

As espécies vegetais cultivadas nos canteiros foram divididas em plantas medicinais – como capim santo, manjericão e hortelã – e hortaliças – como alface, couve e tomate.

Segundo o subsecretário de Produção e Abastecimento, Rogério Vasconcelos, a intenção é que os idosos possam utilizar as hortaliças na alimentação e, posteriormente até comercializar parte da produção.

A Sempab desenvolveu um Manual Prático de Horticultura direcionado para os idosos. “É importante que eles tenham um manual com todas as informações sobre plantio e cultivo e depois possam colocar os conhecimentos em prática”, disse Rogério Vasconcelos.

A diretora-presidente da Fundação Dr. Thomas, Martha Cruz, disse que o objetivo do projeto é oferecer mais uma atividade de ocupação para os idosos. Além disso, a horta permite o contato com a natureza. “Já é comprovado o benefício da hortoterapia no estímulo à motivação e recuperação de doenças físicas e mentais”, disse. Martha ressaltou que o projeto também prevê a intervenção urbanística, que transformará a horta em um espaço de convivência para os idosos.

O idoso Roberto dos Santos Limeira, de 83 anos, afirmou que está muito animado com a horta. “Trabalhei a minha vida inteira em plantação no Paraná da Eva. Essa horta agora é o meu maior prazer”, ressaltou Roberto. Ele contou que está tão interessado em ver as plantas crescerem que tem acordado de madrugada para cuidar dos canteiros. “Às vezes, acordo às 3h para trabalhar na horta. Às 5h já terminei tudo”, disse o idoso.

Fonte: Semcom
Foto: Marinho Ramos/Semcom


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!