Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Copa 2014>> Já havíamos feito um alerta’, diz ministro sobre atraso

Publicado para Redação em segunda-feira, 3 de maio de 2010 | 3.5.10

O ministro do Esporte, Orlando Silva, disse nesta segunda-feira (3), em São Paulo, que eventuais problemas nos prazos para a construção e reforma dos estádios para a Copa de 2014 é um problema das cidades-sedes. “Há alguns meses nós já havíamos feito um alerta. Havia dito que acenderia um sinal amarelo e era importante a atenção das cidades.”

+Siga a gente no Twitter!

No dia em que as obras nos estádios da Copa 2014 deveriam estar iniciadas, de acordo com prazo estabelecido pelo Comitê Organizador Local, metade das sedes está com os trabalhos atrasados. Segundo levantamento feito pelo G1, apenas 6 das 12 cidades estão com as renovações em andamento: Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Manaus, Porto Alegre e São Paulo.

O ministro afirmou que a única responsabilidade que o governo federal poderia ter assumido era a oferta do financiamento. Segundo ele, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) abriu linha de crédito de R$ 4,8 bilhões, mas apenas três cidades protocolaram pedidos para acesso aos recursos. Ele não citou quais foram as cidades. Segundo ele, os pedidos ainda estão sendo avaliados.

Orlando Silva lembrou que havia a expectativa de construção de estádio privados, mas a crise internacional ocorreu durante essa etapa do planejamento. “Esse é um problema que as cidades terão que resolver com a Fifa”, declarou.

>>CBF

O atraso nas obras dos estádios causa muita preocupação na Fifa, que cobra urgência ao Brasil. Nesta segunda, o secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, se mostrou preocupado com os preparativos brasileiros para o Mundial de 2014, não apenas com estádios, mas também com obras de infraestrutura, como aeroportos.

“Recebi alguns relatórios sobre estádios e não está nada bom. É incrível como o Brasil está atrasado, e não estou falando apenas de Morumbi ou Maracanã, mas de todos os estádios. Muitos dos prazos já expiraram, e nada aconteceu. O Brasil não está no caminho certo”, afirmou, na África do Sul, em entrevista a jornalistas brasileiros.

A assessoria de imprensa da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) afirma que o Comitê Organizador analisará caso a caso o andamento dos projetos. "O prazo é um marco. A partir deste dia nós vamos tirar uma radiografia, para ver como está a situação de cada estádio", explica Rodrigo Paiva, assessor de imprensa da CBF. “Se alguém estiver muito distante, pode ser repensada [a participação da Copa]”, afirma Paiva.

Fonte: Portal G1, em São Paulo
Foto: Divulgação


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!