Olá,  seja bem-vindo!  |  Entrar  |  Criar conta  |  Precisa de ajuda?

Nacional | Após 1 ano do acidente da Air France, vítmas fazem homenagem, esperam conclusões e idenizações

Publicado para Redação em terça-feira, 1 de junho de 2010 | 1.6.10

Familiares e amigos das vítimas do voo 447 da Air France , tragédia que completou um ano nesta terça-feira (1), depositaram flores no memorial do Parque Muncipal Penhasco Dois Irmãos, no Leblon, na Zona Sul do Rio. O memorial foi inaugirado em novembro de 2009. Eles chegaram por volta das 14h30 no local, após participarem de uma missa em memória às vítimas e também um almoço oferecido pela empresa aérea. Os parentes ficaram por cerca de uma hora no memorial e saíram sem falarcom a imprensa.

+Siga a gente no Twitter!

Um ano depois da tragédia, parentes de vítimas ainda buscam razões para o acidente. Até agora, investigadores, pilotos e fabricante não conseguiram explicar os motivos que provocaram a queda da aeronave. Três operações de buscas já foram realizadas em vão, o que provocou muita frustração.

A terceira fase de buscas das caixas-pretas do voo 447 terminou no dia 24 de maio sem sucesso, segundo o Escritório de Investigações e Análises (BEA, na sigla em francês), órgão da França encarregado do trabalho. Jean-Paul Troadec, diretor do BEA, foi contundente: "sem as caixas-pretas", que registraram os parâmetros do voo, "será difícil ter uma investigação conclusiva", disse à agência de notícias France Press à época.

Indenizações


Contratado para representar 16 famílias no processo indenizatório contra a Air France, o advogado João Tancredo ratifica que a empresa, através de sua seguradora Axa, tem agido de forma "pouco elogiável" junto aos parentes.

"Nos casos de acompanhamento psicológico, alguns recibos para ressarcimento dos familiares são contestados pela empresa. Afirmam que os valores não são condizentes com os praticados pelo mercado. Combatem estes comprovantes de maneira muito leviana. Não vejo outra palavra. Chegam a dizer que tem gente que nem precisaria de tratamento”, revelou o advogado.

Fonte: Portal G1
Foto: Henrique Porto e Carolina Lauriano/Portal G1


Permitida reprodução deste citada a fonte.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

?Leia abaixo antes de comentar

* Todos os comentários são moderados;
* Comentários em 'anônimo' serão rejeitados;
* Comente somente o que for referente ao tema publicado;
* Ofensas pessoais ou spam serão rejeitados;
* Obrigado por sua visita no Manaus em Notícia e volte sempre!